O QUE SIGNIFICA JUNTAR COM DEUS?
"Quem não é comigo, é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha", Lucas 11:23

Assim que Deus nos tem algo a dizer, Ele diz.

Logo, se não ouvimos perdemos a bênção que Ele pronunciou. Se estamos desencorajados, se estamos tristes ou alegres demais para ouvir o que Ele nos transmite, se estamos ocupados com coisas de valor e de importância para nós, se estamos atrasados ou adiantados pela pressa, se estamos fora do esquema d’Ele, logo não estaremos juntando com Ele.

Assim, há muita maneira de não estar a juntar com Deus, de nunca se estar semeando com Ele. Se estamos a fazer a coisa certa sem Ele, pregando, falando, trabalhando num café, logo não podemos estar a juntar com Ele. Se entramos numa coisa, numa aventura mas não com Ele, logo desperdiçamos a nossa vida por muito bonito que seja tudo aquilo que nos encontramos fazendo. Nossos filhos sem Ele, um casamento fora da Sua bênção e aprovação, é espalhar e nunca juntar. Assim, quando temos algo para fazer, algo para mostrar a quem se perde, devemos estar na posse da Sua total bênção e aprovação. Podemos até estar a dar tudo o que temos para bem e benefício dos outros, dando o nosso corpo e alma, mas se for sem Ele, logo estaremos espalhando sempre. "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine. (2) E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. (3) E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria", 1Cor 13:1-3.

Deus é amor. Tendo a Ele de facto naquilo que fazemos e entoamos, temos amor em nós. Vemos então aqui duas maneiras distintas de desperdiçar tudo aquilo que fazemos. Podemos fazer o bem sem Deus e será um autêntico vendaval de desperdício infinito; podemos também não obedecer e ouvir quando Deus nos fala porque estamos noutra onda de desencorajamento, alegria ou tristeza e assim não juntamos com o Senhor. Tudo é possível. Os nossos atrasos, os nossos adiantamentos pela pressa "(Então os cordeiros pastarão como em seus pastos; e nos campos desertos se apascentarão cevados e cabritos. (18) Ai dos que puxam a iniquidade com cordas de falsidade e o pecado como com tirantes de carros! (19) E dizem: Apresse-se Deus, avie a sua obra, para que a vejamos; e aproxime-se e venha o propósito do Santo de Israel, para que o conheçamos. (20) Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que põem as trevas por luz, e a luz por trevas e o amargo por doce, e o doce por amargo! (21) Ai dos que são sábios a seus próprios olhos, e astutos em seu próprio conceito!"

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com