AGRADAR PESSOAS
"Como podeis crer, vós que recebeis glória uns dos outros e não buscais a glória que vem do único Deus?" João5:44

A lei de Deus é amar ao próximo como a nós mesmos e a Deus com tudo que somos e com tudo que temos. Se Jesus se insurge assim com tanta firmeza contra agradar pessoas, é porque agradar pessoas é contra a lei de Deus, é porque quem agrada pessoas apenas se agrada a ele mesmo ou ao pecado que aprova, ou o faz para ser aprovado, ele mesmo, por quem o desaprova e isso acima de se tentar saber porque razão não é aprovado. O perigo existe, também, que depois que cheguemos aos caminhos de Deus, as atitudes antigas de agradar pessoas se afirmem de novo como se de algo imprescindível à nossa conduta se tratasse porque confundimos amor com busca de amor.

Quem agrada pessoas apenas se agrada a si próprio, pois tem certos sentimentos ou de culpa, ou de lástima, ou de suposta carência, ou de egoísmo que quer fazer brilhar para se camuflar diante de alguém e só agrada tendo-se a si mesmo em conta e nada mais. Quem agrada (a ele mesmo e por consequência às pessoas) só o faz para evitar ter de solucionar seus os problemas reais da maneira certa, aproximando-se de Deus com seus pecados ou por outras coisas que o possam perturbar num caminho com Deus.

Agradar pessoas é egoísmo e nunca será amor. Quem agrada pessoas tem em si mesmo a mesma capacidade de ser desagradável, pois quem agrada pensa em si mesmo e não no bem da pessoa que tenta agradar. Sempre que as suas pretensões não sejam satisfeitas ou agradadas, logo tal ser pretensioso sairá machucado e ferido sentimentalmente ao ponto de tornar-se desagradável. Só pode ser desagradável quem tinha em si pretensões de poder agradar. Quem não tem pretensão de agradar, nunca pode ser pessoa desagradável, nem pessoa que desagrada pois nunca saiu para agradar. As expectativas que criou não se frustram e por essa mesma razão não se torna pessoa incoerente e magoada.

Isto não significa que as pessoas não esperem ser agradadas pelos que não agradam e que por essa razão se frustrem em convivência com tais pessoas que deixaram de ser egoístas pelo menos nesse aspecto. É neste aspecto que muitos erram, pois para caírem nas boas graças dos que têm por norma agradar e serem agradados, entram naquela onda deste espírito satânico, errado e perverso, o qual frustra sempre qualquer boa intenção e obra que se faz pela simplicidade inadvertida e sem pretensões conscientes ou inconscientes. É por isso que o Senhor Jesus fala que ninguém pode agradar Deus e aos homens ao mesmo tempo - porque quem agrada não ama, não pode estar a amar alguém com excepção de si mesmo.

Quem sai com a pretensão de agradar, corre sempre o risco de ser desagradável e incoerente. Quem agrada tem algo para encobrir também - e, se não tem, age como se tivesse. Se não tem nada para encobrir, tem alguma pretensão através do que faz do jeito que faz. Pretensioso é manhoso, é pessoa que quer conseguir algo através da manha. O amor não precisa agradar para ser prestável e agradável, manso, carinhoso, altruísta e sem pretensões para além do mero servir sem ser servido ou sendo servido. Quem agrada busca o próprio interesse em algum aspecto.

Uma pessoa que sabe servir assim sem agradar e pelos motivos certos, é pessoa que saberia fazê-lo pelo poder certo; é pessoa que sabe ser servido e aceitar amor através dos motivos que lhe oferecem esse mesmo amor. Quem tem o canal de só dar, tem o mesmo canal aberto para receber. Vejamos que foi Pedro quem se recusou a que Cristo lhe lavasse os pés e isso foi tido por Jesus como egoísmo - e Ele só fala a verdade em relação a tudo. Se era condenável para Pedro o recusar-se ser lavado pelo Senhor, só indica que ele mesmo era alguém que sentiria muita dificuldade em lavar alguém. Só recusa quem não oferece, ou quem não oferece sem interesse. Nós podemos tentar agradar Deus do mesmo jeito que tentamos ser agradáveis aos homens. Por isso Jó esclareceu seus amigos, dizendo: "Falareis falsamente por Deus e por ele proferireis mentiras? Fareis aceitação da sua pessoa? Contendereis a favor de Deus?" Jó 13:7-8.

Quem tem dificuldade em receber da maneira certa, tem sempre dificuldade em dar da maneira certa e vice-versa - por muito que dê e se congratule com isso diante de pessoas e dele próprio quando se olha ao espelho. Ámen.

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com