A AUSÊNCIA DE DEUS
"Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo", Rom.13:14

Nós facilmente falamos na morte como algo que existe em vez de dizer que a morte é a falta de vida, isto é, a morte é a ausência de Vida e não algo que existe e subsiste por si; dizemos que existe escuridão em vez de explicar que as trevas são a ausência de Luz; dizemos que existe tristeza e não que não temos a verdadeira alegria em nós, isto é, Jesus Cristo em pessoa e de forma real. Por essa razão a Bíblia nos diz claramente "Revesti-vos do Senhor Jesus". Pena é que muitos correm atrás de alegria e não atrás de Jesus.

Passando por cima dos motivos, ignorando a ausência dos motivos certos, quero aqui falar de algo que me tocou profundamente hoje. Sei, na verdade, que os motivos são um enorme dilema e que devido a eles muitos crentes não têm Deus - mesmo quando afirmam que o têm. É sempre pena que as pessoas desejem Jesus para irem para o céu e não desejem o Céu porque é lá que está Jesus; que desejem Jesus por causa da bênção sobre seu negócio ou sobre seu noivado e casamento e que não desejem uma bênção sobre essas mesmas coisas devido a Jesus, por causa dele, levando seu Criador em conta, pois, para isso foram criados. Deveria ser nosso casamento a ser instrumento para a vida que deus dá e não o inverso. As coisas estão ao contrário neste mundo.

Mas se tivermos em conta que a existência dos motivos errados são, na verdade, a pura ausência dos certos; se levarmos em conta que muitos mentem quando dizem que têm Deus apenas porque nunca, no verdadeiro sentido da Palavra, tiveram Deus realmente como Ele é; se sabemos que a mentira existe apenas no lugar da verdade e que as pessoas falam de Deus porque Ele existe e está por perto e não porque o tenham de verdade, poderemos também assim estar cientes que a falta de fé prova que existe algo verdadeiro em que crer também. A insistência de um ateu em me mostrar que Deus não existe, apenas me dá prova que Deus existe de facto. Se Deus não existisse, ele nem se daria conta da palavra "Deus". Do mesmo jeito, quando um crente quer mostrar a todo custo que Deus está em sua vida, só me comprova o oposto, pois sempre que Deus está em alguém isso nota-se à distância - mesmo que seja do outro lado dum continente! Muitos crentes nunca convencem ninguém porque qualquer pessoa mais ou menos honesta prova que Deus não está na vida de quem afirma que Ele está nele ou nela. As Igrejas existem hoje da forma como existem, apenas porque as pessoas facilmente aceitam mentira e têm um enorme medo e pavor de viver sem suas mentiras ou irrealidades que afirmam serem verdadeiras! Todos ali acham que se colocarmos de parte a irrealidade de tudo quanto se afirma, estamos abandonando a fé. Nunca se tem a fé como "Crer na Verdade"! E a verdade é realidade, pois verdade que nem seja real é mentira. Do mesmo jeito que um católico teme apenas pensar que sua imagem não tem qualquer valor real (pois nem se mexe por ela quanto mais por quem lhe suplica), desse mesmo jeito um Pentecostal teme pensar que Deus não lhe vai multiplicar o dizimo que ofereceu a uma igreja para seu pastor poder comprar um avião privado! Se Deus abençoa alguém que dá a quem quer comprar luxo, Deus mudou muito.

Desse mesmo jeito, vemos como uma moça teme pensar que seu noivo é a pessoa errada antes de casar para descobrir isso mesmo só depois do casamento. Será bom descobrir o erro antes que este nos possa fazer mal, ou depois de nos ferir e quando não tem mais volta? Será que um casamento se salva melhor depois de haver ferido coração e alma, ou antes disso? Do mesmo modo, porque esperaríamos pela morte para comprovar se Deus e Vida existem após passarmos para o lado de lá do vale, quando nos podemos revestir de Jesus agora e já?

Na verdade, a ausência de Deus como Ele é, o vazio que existe em mim, dentro de meu lar, dentro do meu emprego que me dá o sustento terreno, só prova que me falta algo que teimo em não aceitar ou buscar para achar porque tenho medo de abandonar tudo aquilo em que acreditei como verdade, sendo mentira. A verdade é muitas para os audazes. Não é sacrilégio abandonar uma fé por troca dum Deus real. Na verdade, é um enorme crime pessoal e universal nunca achar verdade porque "somos católicos", ou porque "somos protestantes e crentes" ou "porque Deus não existe". É pena que as pessoas se deixem enganar com tanta facilidade quando têm verdade a um palmo à frente de seu próprio nariz: basta clamarem ao próprio Deus para poderem ouvirem palavras da Sua própria boca.

"Havia em certa cidade um juiz que não temia a Deus, nem respeitava os homens. Havia também naquela mesma cidade uma viúva que ia ter com ele, dizendo: Faz-me justiça contra o meu adversário. E por algum tempo não quis atendê-la; mas depois disse consigo: Ainda que não temo a Deus, nem respeito os homens, todavia, como esta viúva me incomoda, hei de fazer-lhe justiça, para que ela não continue a vir molestar-me. Prosseguiu o Senhor: Ouvi o que diz esse juiz injusto. E não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que dia e noite clamam a ele, já que é longânimo para com eles? Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Contudo quando vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?" Lucas 18:2-8. Amem.

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com