EFEITOS DA REBELDIA, PASSO A PASSO
"Ai da rebelde e contaminada, da cidade opressora! Não escuta a voz, não aceita a correcção, não confia no Senhor, nem se aproxima do seu Deus", Sof.3:1,2

Como é difícil viver sem Deus! Mas é assim que os humanos mais sabem viver. Ganharam uma certa sabedoria e uma certa habilidade para lidar com o seu dia-a-dia, com seus problemas, chegando ao ponto de não saberem nem conviver, nem viver com uma alma descansada dentro de si mesmos, certa e precisa em suas opiniões (constante naquilo que sente e pensa). Nenhum rebelde quer ter descanso de alma em troca de seus caminhos. Mas, na verdade, trocamos nossos caminhos pelo Caminho, por Seu jeito de fazer as coisas.

O primeiro passo desastroso de cada ser humano é não ouvir a voz de Quem o ama, porque essa voz não fala sobre aquilo que um rebelde deseja ouvir. Uma voz de amor chama, mas não porque é apenas voz de Rei: ela é, acima de tudo, a voz do bom senso, da comunhão. Um humano quando chama, fá-lo porque quer ser visto, ouvido e respeitado, para ser obedecido, ou mesmo para proveito próprio. Deus é respeitado já por Si, pois nada mais poderemos acrescentar ao temor que lhe devemos por natureza. Por isso, quando Ele chama, não é para ser obedecido e reverenciado, mas porque na obediência e na reverência a Ele somente, existe grande galardão para as nossas próprias vidas. Ninguém terá como não temer a Deus entrando em Sua presença. Mas nem tememos porque temos um coração temeroso, mas antes e apenas prq Ele é realmente temível.

Depois, no segundo passo e por amor, Quem ama tenta corrigir pela falta, através da sabedoria, tirando até nosso comer e beber se for preciso; mas o humano é teimoso quando não consegue ter seu próprio caminho assegurado: ele faz de tudo para se vingar, nem que a fera não chegue a devorar nada mais que a ele próprio! Qualquer ser humano é sempre capaz de fazer o impossível para manter seu pecado e o seu jeito favorito. Nesta segunda consequência da rebeldia, a amargura brota como praga e quanto mais amargurada estiver na alma, tanto mais brota. "O boi conhece o seu possuidor e o jumento a manjedoura do seu dono; mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende. (4) Ah, nação pecadora, povo carregado de iniquidade, descendência de malfeitores, filhos que praticam a corrupção! Deixaram o Senhor, desprezaram o Santo de Israel, voltaram para trás. (5) Por que seríeis ainda castigados, que persistis na rebeldia? Toda a cabeça está enferma e todo o coração fraco. (6) Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã; há só feridas, contusões e chagas vivas; não foram espremidas, nem atadas, nem amolecidas com óleo", Isa 1:3-6. Nem mesmo assim um rebelde humano considera e volta para seu Deus! O que desconhece é que seu caminho de dor nunca terá fim, pois o inferno dará continuidade à rebeldia que persistirá por lá. Nunca a morte dará qualquer descanso ao rebelde.

Mas, se acontecer que uma pessoa, (ou uma minoria delas) consiga sobreviver a estas pragas, tem como destino uma falta de confiança no Deus que tudo lhe tira da boca e do alcance da sua mão. É coisa dura ter de confiar ainda em Alguém que castigou após um castigo desta envergadura. Seria preferível havermos escutado o quanto antes, pois assim poderíamos ainda confiar na bondade de nosso Deus. Deus nunca deixou de ser bom apenas porque nos tirou algo, pois Ele não muda. Temos por terceira consequência da rebeldia, o não desejarmos ou podermos confiar em Deus após sermos castigados. Daí que lemos neste versículo, tudo em passos que se seguem uns aos outros: "1. Não escuta a voz; 2. depois não aceita a correcção, 3.após isso não confia no Senhor, 4.nem se aproxima do seu Deus". Isto é tudo quanto pode acontecer a uma alma na medida que se vai rebelando contra seu Deus. Mas, qualquer humano tem uma certa esperança que tudo isso irá acabar e que a morte será alívio para si. Engano seu, pois nem a morte tem alívio para alguém contra quem Deus se irou.

Antes, depois ou mesmo durante cada uma destas etapas de rebeldia, qualquer ser humano pode parar com seu sofrimento e derramar sua alma em arrependimento diante de Deus, trazendo à confissão cada obra maligna que cometeu, cada pecado com que prevaricou contra Deus. O facto da vida nos estar a correr mal, apenas nos revela que é Deus quem está do nosso lado, querendo salvar-nos dos nossos enganos todos, até dos que nos fazem pensar mal d’Ele. Poderia ser muito pior estarmos ao abandono sem castigo, para que escorregássemos no inferno como os ímpios, dos quais lemos no Salmo 73, aos quais Deus nem sequer deseja que algo lhes corra mal para que não achem razões para se arrependerem até que cheguem a Ele para o Juízo final.

Quando escolher não ouvir Deus, quando estiver achando que não é Deus que está falando consigo, veja aqui tudo aquilo que pode acontecer com sua alma ainda. Você não irá ouvir a voz de Deus porque não gosta do que ela diz, pois achará que ela está querendo tirar-lhe do que acha bom, privando-o do pecado; após isso será castigado para que volte a Deus. Mas, uma alma cansada rebela-se na amargura em vez de dizer não ao seu próprio sentir; depois desses castigos, caso sobreviva, dificilmente confiará em Deus. Será que é isso que deseja para sua alma e vida? Uma vida de rebeldia? Ora, pense melhor e decida ser hoje o primeiro dia da sua humilhação. Que tem para arranjar ainda? Tratou mal a seu pai ou mãe, com palavras ou actos, a essas pessoas a quem Deus ordenou que os honrasse para que sua vida fosse próspera cá na terra? Como pode ainda pensar em prosperar sem um pedido de desculpas a quem o gerou? Ou será que roubou e não restituiu por que teme ser preso por isso? Que prefere: viver na prisão com Deus, ou em liberdade sem Ele?

Poderemos citar inúmeras situações de rebeldia, pois, por norma os humanos acham que nunca se estarão rebelando sempre que empreendem ou fazem aquilo que seus sentimentos lhe instigam a fazer. Qualquer humano acha-se justo a seus próprios olhos devido ao amor que tem a si mesmo. Mas, sendo que Jesus já nos avisou que todo aquele que ama a sua própria vida perdê-la-á, será que ainda acreditará em tudo aquilo que pensa de si próprio?

Vamos lá, ninguém o quer condenar se vier a Deus. Venha a Deus logo, seja você crente ou não. Limpe sua consciência mesmo sendo Seu povo, pois lemos que é precisamente a Seu povo que Ele veio salvar de todos os seus pecados, Mat.1:21.

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com