PENSA NAS COISAS DOS HOMENS OU DE DEUS?
"Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não estás pensando nas coisas que são de Deus, mas sim nas que são dos homens", Mat.16:23

É triste ser tratado assim pela pessoa que nós mais amamos, a Quem decidimos seguir deixando tudo para traz como o apóstolo Pedro fez. Pedro pensava que estava a fazer uma coisa boa, a tratar duma questão válida e, de repente, vê-se comparado a Satanás em pessoa pelo próprio Senhor Jesus. Ainda bem que Pedro percebeu que Jesus falava com ele muito seriamente.

Mas, o mais triste disto tudo, para Pedro, foi isto haver saído da própria boca de Jesus. Tudo porque ele estava atento às coisas dos homens e chamando a atenção de Jesus para tal coisa também. E você caro amigo - a quem favorece, em quem pensa? Em Deus? Nos homens? Em Deus com cabeça de homem e coração de Satanás? Só vai saber quando confrontar Jesus com tudo aquilo que está em seu coração! Mas não leve a mal quando Ele lhe explicar direitinho, em palavras muito Suas, de forma muito frontal, aquilo que está de facto exercendo influencia em seu coração. Nunca se admire, nunca se deixe abater pelas palavras que Ele proferir então, pois n'Ele devemos acreditar. Ele que nunca diz nada levianamente e nem mente. Se Ele lhe chamar de Satanás, que fará você? Escandalizar-se-á? Ofender-se-á? Ou vai dizer que Ele pecou contra o Espírito Santo? Ama-se assim a esse extremo, de pensar que Deus é quem está errado? Você tenta corrigir Deus também, para lhe mostrar que o ama com aquele amor de homem?

Pode enveredar pela tristeza sim, mas aquela de acreditar naquilo que d'Ele ouve sobre si. Logo, poderá responsabilizar-se pelo coração que tem, mesmo nunca havendo visto as coisas de forma tão real e tão drástica quanto Jesus as colocou para si. Caso Pedro ouvisse aquilo que seu coração lhe dizia por dentro, caso se tivesse ofendido para além de toda a recuperação possível, que seria dele hoje, que seria das pessoas que viriam a crer em Deus por ele? Custa assim tanto acreditar em Jesus quando nos diz quem somos, de facto, como somos e a quem amamos de verdade? Está você disposto a ouvir saírem coisas destas da boca do próprio Deus? Se está, continue a confrontá-lo com aquilo que se passa em todo o seu coração, pois carece de ser todo corrigido - mas não vai ouvir nada da parte dele até o confrontar. Se sair magoado dum confronto com o próprio Deus hoje, amanhã, desistirá de falar com Ele ou assimilará e crerá que o que Ele disse é verdade? Deus nunca será fingido diante de si. Ou se alinhará e aninhará em Seu seio crendo totalmente em Suas palavras e que Ele é o Cristo e por isso fala o que é verdade, ou se ofenderá pensando que Deus é homem e fala com aquele intuito de ofender. Porque Ele é Deus e sabe perdoar o que ouve e vê, fala assim.

Todo o seu tempo de e em oração são importantes se houver honestidade em si, caso haja verdade em seu intimo como existe no íntimo de Cristo. Mas, as pessoas que detêm verdade em si mesmas, logo acham que fazem algo fora do vulgar, extraordinário mesmo, pois raramente admitem estar a fazer algo simples e normal, estando, por isso, errados e carentes duma correcção e dum comentário tão drástico quanto este (para os corrigir e não para os rejeitar - rejeitando apenas aquilo que eles são para mudarem por dentro), o qual, ainda por cima, não se pode chamar apenas de "comentário infeliz" de Jesus. Cristo não se engana acerca de tudo aquilo que diz e faz. Você é quem pode interpretar muito mal as Suas palavras, as palavras de quem o pode salvar de qualquer coisa, até dum coração igual em tudo ao de Satanás que apenas vê as coisas partindo do prisma do homem, mesmo quando pensa que as está a fazer em prol e a favor de Deus. Não desanime, pois falou com a pessoa certa, Aquela que nunca enganará. Fez bem em falar com a pessoa certa mas disse a coisa errada porque você é aquilo que é diante d'Ele. Logo, pode ser que, se você ouvir e crer em tudo aquilo que Ele diz de volta sem hesitar também, você tenha como olhar para o comentário que Ele fez acerca de si muito honestamente. Continue buscando, continue confrontando e nunca desista. Mas esteja sempre preparado para um rol de surpresas desagradáveis, de expectativas frustradas que tinha sobre si próprio, que também irão sair defraudadas para sempre. Deus não mudará em nada para que seja você a mudar por dentro em sua essência.

Pedro pensava que estava a fazer algo certo, pois pensava que Cristo estava a ir para além de todas as estribeiras não se afastando de caminhar para a morte. Pensava Pedro em quem? Em Jesus? Não, acho que nele próprio que ia ficar sem Jesus. Antes destas palavras, lemos o seguinte: "Desde então começou Jesus Cristo a mostrar aos seus discípulos que era necessário que ele fosse a Jerusalém, que padecesse muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, que fosse morto e que ao terceiro dia ressuscitasse. E Pedro, tomando-o à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Tenha Deus compaixão de ti, Senhor; isso de modo nenhum te acontecerá", Mat.16:21-23. Pedro achava que estava fazendo a coisa certa, a mais acertada, parecendo ter o interesse do Senhor entre mãos de todo o coração, enchendo-se mesmo de grande coragem para dizer tudo aquilo que disse, chamando Jesus num canto. E você? Pensa que está a favor de Deus? Aguenta com estas palavras caso lhe sejam dirigidas ainda hoje da forma como foram colocadas a Pedro? Perder-se-á para sempre caso Jesus seja categórico? A vontade de Deus era aquela e Pedro era o tropeço em direcção a essa consumação. Nunca se escandalize caso algo semelhante venha acontecer consigo também, pois Jesus nunca fingiu - também não será hoje que o irá fazer, por si. Ele julga sem qualquer acepção de pessoas.

Aquilo que Deus tem em mente nunca será o que os homens desejam, o que os homens aspiram ter e assimilam como felicidade. Se levar em conta o que o homem sente, o que o homem mais deseja, não tem como estar a pensar em Deus e em todas as suas coisas. Já a convidaram para sair para o mundo profano? Que respondeu você? Levou em conta aquilo que o homem iria sentir? Jesus diria sem hesitar "Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não estás pensando nas coisas que são de Deus, mas sim nas que são dos homens". Quem agrada aos homens nunca terá como agradar a Deus e escandalizar-se-á sempre que Jesus lhe falar pela boca de alguém, seguindo um "deus" com o mesmo nome e que lhe convém mais e melhor: um que não ofenda nem magoe os sentimentos dos homens quando estes querem fazer o mal! Mas e você? A quem vai seguir? Ao deus da sua imaginação? Ao verdadeiro? Olhe o que E disse:

"Se alguém vier a mim e não aborrecer a pai e mãe, a mulher e filhos, a irmãos e irmãs e ainda também à própria vida, não pode ser meu discípulo. Quem não leva a sua cruz e não me segue, não pode ser meu discípulo. Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se senta primeiro a calcular as despesas, para ver se tem com que a acabar? Para não acontecer que, depois de haver posto os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a zombar dele, dizendo: Este homem começou a edificar e não pode acabar", Lucas 14:26-30.

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com