O INFERNO
"E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre (...) E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras", Apoc.20:10-15
  1. Os Católicos acreditam na existência de um purgatório. Fazem missas e, dizem, conseguem tirar as pessoas de lá e levá-las para o céu. A Bíblia diz que, após a morte física, ninguém sairá mais do lugar para onde vai. Poderia até ser possível alguém sair do céu para o inferno (Jud.1:6), mas, não do inferno para o céu.

  2. Se as pessoas conseguem ver o inferno desde o céu, é para seu aviso, pois, sabemos que o diabo saiu do céu para lá. Mas, se do inferno vêem o céu (algo que não sabemos ao certo) servirá apenas para o tormento das pessoas de lá. Será para acrescentar às suas dores.

  3. Já houve uma vez que as pessoas saíram do inferno para o céu, nos três dias em que Jesus esteve morto e desceu ao inferno. "No qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão; Os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água; Porque por isto foi pregado o evangelho também aos mortos", 1Ped.3:19,20; 4:6. Mas, isso aconteceu, apenas, para que se cumprisse a justiça de Deus em relação às pessoas que viveram antes de Cristo e nunca ouviram o evangelho. Agora que essa justiça foi cumprida, não tornará a acontecer.

  4. Já que, actualmente, não há nada a fazer em relação aos mortos, podemos perguntar: "Quem são os candidatos ao inferno hoje em dia, isto é, das pessoas que ainda se encontram vivas?" Uns teólogos falam de uma maneira e outros de outra. Mas, a verdade é só uma: quem não tem a sua vida em ordem com Deus e com seu próximo certamente sofrerá a morte eterna. E, se for crente e sua vida estiver desordenada, sofrerá maior pena ainda. Seu inferno será mais quente e mais justo. Jesus falou, várias vezes, (directamente) aos Seus discípulos que eles poderiam perder-se para o inferno. Jesus disse isso uma vez a Pedro e várias vezes a outros. Mas, existem uns teólogos por aí que pensam que sabem mais que Jesus e afirmam que podemos morrer com algumas pendências de pecado por resolver e que Cristo cobre essas faltas. Não vemos isso escrito em lugar nenhum na Bíblia. Aliás, lemos várias vezes que devemos ter nossa vida em ordem, até mesmo quando somos pessoas que já levam ofertas ao altar, Mat.5:23,24. Não podemos morrer em nossos pecados - de jeito nenhum! E Jesus capacita-nos a não morrer com nossos pecados. O segredo é, então, não morrermos em nossos pecados, João 8:24.

  5. Vamos ver, agora, o que é o inferno. Sabemos que é um lago de fogo; sabemos que Deus não está lá e que o vazio dentro da pessoa será ainda maior sendo que, hoje, as pessoas ainda têm o fôlego de Adão neles e que o vazio que sentem actualmente é um vazio de Deus e de mais nada; no inferno serão almas mais vazias ainda, sem o fôlego de Deus, serão almas conscientes e 'vegetantes'; e sabemos que é algo eterno, isto é, constante e para sempre. Não haverá dias piores nem melhores que outros, pois, o sofrimento e o vazio será constante e sem alterações. A pessoa que for para lá estará sempre morrendo, isto é, morrendo eternamente - não morrerá e nem viverá. Sabemos que, nesses momentos, as pessoas não se iludem mais. Tudo será real demais.

  6. No dia do Juízo, os livros serão abertos e todos serão julgados conforme as suas obras e não conforme a sua fé. Jesus capacita-nos, através do Espírito, a viver da maneira do céu aqui na terra. Você já consegue? Existe aquela ilusão que as pessoas irão mudar depois da morte, se apenas crêem em Jesus. A verdade Bíblica assegura que, quem não muda através de Jesus antes de morrer, também não mudará depois de morrer. Por essa razão é que somos exortados a converter-nos.

  7. As pessoas, quando pecam e algo de mal lhes acontece, dizem que estão sendo castigadas por Deus. Na verdade, não podemos confundir as consequências terrenas do pecado com as penalidades eternas. Uma repreensão, ou uma consequência de pecado, ou um desejo que nunca se cumpre, nunca pode ser visto como castigo do pecado. O castigo justo para qualquer pecado só pode ser eterno, pois, tem de ser olho por olho daquilo que o pecador rejeita. Se rejeita a eternidade linda do céu, vai receber o equivalente em tormento, na medida exacta e inversa do céu junto de Deus. Tudo que houver no inferno vai ser a precisa medida inversa do céu. Será olho por olho daquilo que o pecador rejeita ou negligencia. A lei de Deus ainda é olho por olho e dente por dente. Amem.

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com