AS CONDIÇÕES PARA PROSSEGUIRMOS OU PERSEVERARMOS
"…Prossigamos em conhecer ao SENHOR”; “Se temerdes ao SENHOR, e o servirdes e derdes ouvidos à sua voz, e não fordes rebeldes ao mandado do Senhor, assim vós (…) seguireis o SENHOR vosso Deus”; "E não vos desvieis; porque senão, seguiríeis as vaidades...", Os.6:3; 1 Sam.12:14,21
  1. Quantos dão real valor às operações da graça dentro de nós? E quantos de nós sabem que, para que a graça consiga operar, é necessário haver um acerto (concerto) com um certo tipo de coração e que esse tipo de coração alcança-se seguindo e conhecendo Jesus como Ele é? Seu Jesus é de fantasia? Ou é real? Ele vive mesmo consigo ou é só crença? Foi você quem o criou dentro da sua cabeça? Ele é, para si, apenas alguma semelhança do que existe no céu? Ou é aquele Jesus imaginário que sua conveniência desejaria que existisse?

  2. Seguindo e obedecendo ao Senhor abre as portas para a criação do coração que facilmente será capaz de continuar seguindo o Senhor para onde Ele quer levar (lá, mais na frente). Mas, não seguindo o Senhor, torna-nos aptos para seguir vaidades, mentiras e doutrinas que nunca se tornarão realidades. Obteremos esse tipo de coração como consequência. "E não vos desvieis; porque senão, seguiríeis as vaidades..." É isso que deduzimos a partir destes textos. "… O Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem", Act.5:32.

  3. Hoje criou-se aquela ideia que decidimos seguir Cristo em certo momento e que, quando quisermos, conseguiremos tornar a segui-Lo decidindo. Mas, seguir Cristo pede de nós muito mais que uma decisão – pede de nós uma capacidade de crer, de reagir favoravelmente e de seguir, um ouvido apurado, uma obediência espontânea, prontificada e quase instintiva. Seguir Cristo exige que sejamos novas criaturas, pois, "andarão dois juntos se não estiverem de acordo", isto é, se não forem iguais, conformes e de igual parecer? (Amós 3:3). Alguém irá para onde não quer ir? É preciso ganhar um coração que quer a vontade de Deus.

  4. Muitos acreditam que, se Deus não nos castigar logo, nada nos acontecerá. Quando eu era pequenino e me portava mal, minha mãe ameaçava-me e eu fugia. E quando eu chegava a casa, mais tarde, minha mãe estava mais calma e já não me castigava. Ainda que Deus não opere assim, contudo, sabemos que pode não punir a transgressão de imediato, como fez com Ananias e Safira (Act.5). Porém, é certo que ganharemos um coração que não conseguirá confiar em momentos difíceis e será precisamente quando se deve poder confiar. "…Se não fordes rebeldes ao mandado do SENHOR, assim vós (…) seguireis o SENHOR vosso Deus". Se não formos obedientes ao Senhor, seremos os nossos próprios carrascos, criando um coração que se afastará de Deus a qualquer momento, o qual não saberá viver da plena graça e somente dela. Será um coração com ideias próprias, com pensamentos obstinados e confusos. Você depende da graça agora em tudo quanto faz ou somente pensa que depende? Agora você já sabe por que razão muitos abandonam Jesus ao longo do caminho: não são pessoas limpas quando tudo ainda corre bem. Não aproveitaram bem o tempo. "Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça (agora), a fim de sermos ajudados (depois) em tempo oportuno", Heb.4:16.

  5. Vamos usar um exemplo (Capitulo seguinte de 1 Samuel). Israel viveu longe de Deus muitos anos. Samuel não dizia nada a nível de nação, pois, esperava que se sentissem apertados e sufocados pelos inimigos e as perseguições. Isso acontecendo, iriam dar ouvidos – tal como aconteceu. Quando Samuel (Saul) os levou para a guerra para se baterem com seus inimigos, lemos que os Israelitas fugiam e se escondiam em cavernas. Lembremos que estamos a falar do mesmo Deus que os ajudou quando derrubaram Jericó, passaram o Mar Vermelho, o Rio Jordão, etc. Pergunta: como é que um povo de Deus chega a este ponto de ter medo quando é Deus quem manda avançar? Como é possível que um povo de Deus chegue ao ponto de temer diante de próprios inimigos de Deus? Como é possível alguém chegar a este ponto de meter o rabo entre as pernas e esconder-se com medo tendo Deus tão perto????? Não era Deus quem estava mandando? Que aconteceu com aqueles corações bravos e confiantes que venceram muitas batalhas? Onde se perderam? Que tipo de coração ganharam vivendo longe de Deus? Deixaram de seguir o Senhor durante muitos anos e, agora, não o conseguiam segui-Lo mais. Seus corações mudaram, tornam-se iguais aos daqueles que, ou não conseguem confiar ou, quando confiam, ainda assim são derrotados. Por isso Jesus falou daqueles que podem crer (Marcos 9:23). Existem os que não podem crer, não conseguem crer tal e qual aquilo que Deus faz ou fará. A fé (a verdadeira fé) naufraga através de uma consciência suja, 1Tim.1:19. O descrente só consegue afirmar que Deus fará algo quando Deus não lhe prometeu nada ou sempre que Deus não irá fazer. Mas, quando Deus prometer de verdade, não conseguirá crer. É aquele presunçoso que acha que consegue fazer tudo que também dirá: "Não consigo!" quando Deus enviar ou mandar. O presunçoso nunca dirá "Não posso" quando não pode - só quando pode!

  6. A maior das maldições é um coração que, lá na frente, não consegue seguir Jesus. Muitos noivam com Jesus, mas, depois não suportam a vida de casados com Ele. Devemos ter esta certeza: aquilo que fizermos hoje determinará sempre que tipo de atitude ou de coração teremos mais tarde, lá na frente. Você ouve música do mundo agora? Não se admire se desanimar e ficar sem forças depois! Bebe como o mundo? Fala como os maus? Então, prepare-se, pois, mais na frente irá desesperar, perder o caminho e deixará de seguir Deus. Ninguém conseguirá evitar que tal coisa aconteça. E, todos aqueles que você criticou e chamava de fanáticos por se haverem abstido do pecado, com certeza irão ser fortes em Deus nas circunstâncias mais adversas. Mas, quanto a si, terá inveja deles e o seu caminho parará por ali. "Aquilo que o homem semear, irá colher". Você quer semear espinhos e abrolhos e depois colher frutos bons?

  7. Você lembra-se que Jesus advertiu que chegará uma hora quando os peixes bons serão separados dos maus? Essa selecção, essa separação, será natural e automática, pois a própria natureza das coisas fará a separação e os maus deixarão de caminhar com Deus naturalmente. Uns irão para um lado e os outros para o outro. O caminho estreito encarregar-se-á de separar os limpos dos sujos, pois, poucos haverá que cheguem ao fim. Haverá um momento quando a força humana se esgotará e somente os que realmente estão limpos conseguirão ser mantidos através do poder de Deus. Você está limpo? Você será mantido quando não tiver mais forças e quando estiver sem ânimo? Para que consiga prosseguir nesses momentos, precisa, agora, separar toda a sua vida do mal, toda a sua existência de qualquer suspeita de pecado – até do cheiro dele. Nem o cheiro de pecado deve ser achado em si se quiser, um dia, continuar seguindo Jesus. Seu coração será seu próprio tropeço. Mas, seguindo e obedecendo Jesus agora, seu coração será uma mais-valia, uma excelente aquisição.

  8. Havia uma moça que cultivava rancor contra um familiar. Não conseguia livrar-se desse rancor, isto é, não queria. Achava-se justificada. Mas, Deus dava tudo que essa pessoa necessitava materialmente. Contudo, quando chegou a hora de passar por problemas sérios, a moça separou-se do marido, destruiu a vida familiar porque não aguentou a pressão. Hoje, olhando para trás, a moça reconhece que foi porque nunca se aplicou a fundo na exterminação do tipo de coração que sempre teve, o qual ainda era capaz de guardar rancor. Não tinha óleo quando o noivo chegou. Não conseguiu manter o caminho até ao fim. Mas, poderíamos falar de qualquer tipo de pecado, como a má-língua, ideias de adultério, músicas do mundo, feitiçaria, crenças, doutrinas que não são vivas, etc. Mais lá na frente você, com certeza, colherá todos os frutos de todas as sementes que espalhou ao longo de toda a sua vida. Um dia, as suas opções darão seus frutos. "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus, mas, somente aquele que (agora) faz a vontade de meu Pai", Mat.7:21-23.

  9. É por essa razão que Paulo fala de um dia mau que virá, onde todos serão testados. "…Para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes", Ef.6:13. Seja como Jó que se manteve limpo e, quando chegou a hora de ser provado, conseguiu manter-se isento de qualquer culpa. Uma coisa levou à outra. "Preparai…" "Ensinai (como) guardar", Mat.28:20. Ensinemos ou aprendamos como conseguir ficar isentos até ao fim, aconteça o que acontecer. Amém.

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com