VOLTAS NO DESERTO
TEXTO: HISTÓRIA DA TRAVESSIA NO DESERTO
  1. Imaginemos o que teria acontecido com e através de Israel se eles tivessem passado somento o tempo necessário a atravessar o deserto. Moisés entraria na terra prometida com eles, seria seu líder durante muito tempo, teriam conquistado tudo para Deus e (mais importante) teriam ganho um coração conforme Deus queria que obtivessem.

  2. Você sai do mesmo lugar? Progride nas coisas de Deus e na vontade de Deus ou fica falando sempre das mesmas coisas, do mesmo jeito, com as mesmas pessoas que nunca saem dos mesmos problemas de sempre?

  3. Não é mau repetir com quem aprende – só é com quem nunca aprende

  4. O seu coração reage sempre do mesmo jeito errado, pensa sempre da mesma forma e não sai das mesmas criticas de sempre? Quando surge um problema para mudar o seu coração, você muda o coração usando o problema ou tenta mudar o problema para poder manter o coração de sempre? Tenta mudar o problema ou o coração?

  5. Você tem a ideia certa do que é progredir na vontade de Deus ou ainda acha que progredir é conseguir fazer o que você quer ou o que não quer, mas, do jeito que você quer? Fazer a vontade do homem é regredir.

  6. Quando você finalmente decide usar as circunstancias para mudar o seu coração está com o olho na recompensa ou na transformação definitiva de todo o seu coração? Quer o galardão ou o coração certo? É fingido quando muda? Tem interesse quando muda? Sua vida como resgate não basta já? Toda a pessoa que muda para receber algo em troca nunca mantém a transformação porque, na verdade, nunca mudou. É fácil limpar uma casa suja ou um quarto – mais difícil é manter limpo depois de limpar. Você mantém-se sempre no objectivo inicial de Deus? Ou muda para o seu objectivo a meio do caminho ou assim que vê que Deus já está consigo?

  7. Sabia que os líderes de quem recusa mudar de coração no deserto também ficam no deserto por causa dos desobedientes? Moisés era puro e, ainda assim, também ficou os 40 anos a dar voltas no deserto junto com o povo.

  8. O problema não é passar a quantidade de tempo certa no deserto – o problema é passar mais do que aquilo que deveria passar.

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com