DEFININDO UM FANÁTICO

Existem muitas formas de fanatismo. Mas existem apenas algumas razões porque os fanáticos nascem e florescem. Com certeza que poderíamos acrescentar muito ao que vou escrever aqui, mas, a minha idéia e desejo, é apenas abrir nossas mentes para a raiz do problema do fanatismo.

  • O fanático é alguém que não tirou do seu coração aqueles pecados que recusa praticar.

  • Ele é uma pessoa que resiste às verdades das quais toma conhecimento diariamente, sendo obrigado pelo seu fanatismo a saber da verdade a que se opõe interiormente.

  • Fanático ou é uma pessoa que não conhece a verdade; ou que deturpou a verdade; ou que não encarou a verdade; ou que não enxergou a verdade toda e, se enxergou a verdade, não se transformou e resiste persistindo em ser como é, recriminando e insistindo com os outros para serem e fazerem aquilo que ele próprio não consegue ou não deseja ser ou fazer pessoalmente. Em resumo, é uma pessoa que não se transformou.

  • O fanático é alguém que se convence a si mesmo quando ou enquanto tenta convencer os outros. Na verdade, é um perdido que usa a verdade (ou a mentira) para se encobrir e para ter como achar-se salvo. No dia que não mais se achar salvo, poderá salvar-se – se ainda for a tempo.

  • Fanatismo é uma recusa em arranjar-se com Deus e com as pessoas, é uma cobertura sobre aqueles pecados que nunca foram expostos na luz. Fanático resiste e luta contra Deus e contra aquela luz que ilumina a sua consciência. Por essa razão, insiste muito em mostrar ser aquilo que não é.

  • O fanático é uma pessoa muito superficial, mas parece ser sério e sábio. É por isso que, aqueles que são mesmo sérios e sábios, ganham o estigma de serem fanáticos. Mas, o modo de expormos os fanáticos nunca será deixarmos de ser sérios e sábios, tal como o modo de expormos os que "praticam" falsos milagres não é evitarmos os milagres. Evitemos somente a falsa sabedoria e o milagre falso ou satânico, mesmo sendo feito ou praticado em nome de Deus. Os falsos milagres só serão expostos quando os reais forem praticados. Então, a diferença e a distinção será realçada e não anulada. Os falsos lutam mais contra a verdade, do que contra a mentira – mesmo quando recriminam a mentira.

  • O fanático é uma pessoa muito inconstante e parece ser firme e inflexível em suas convicções. Por isso é que as pessoas que são verdadeiramente firmes são vistas como fanáticas. Do mesmo modo que existem semelhanças entre um teimoso e uma pessoa firme, também haverá uma pequena confusão entre o firme e o fanático. O fanático parece irredutível, porque tem medo de pensar que está errado, o firme foi convencido. A diferença é que a pessoa firme tem fundamentos reais – o fanático tem apenas aparências muito enganadoras.

  • O fanático só não engana a quem é corajoso e perspicaz, porque fanático parece ser poderoso também. Muitos seguem os fanáticos por medo.

  • O fanático produz erro porque se firma e se afirma em erro. Seu chão e sua base são falsos, até mesmo quando suas palavras não são.

  • Na verdade, se existem fanáticos a favor do que entendem ser a verdade, existirão fanáticos contra a Verdade. O fanatismo é um tipo de coração e não um tipo de teoria – não depende da verdade ou da mentira para se afirmar, mas depende integralmente do tipo de coração que tem. O fanático subsistirá apenas daquilo que ele é dentro de si; também através daquilo em que pegar na primeira oportunidade, desde que ache o que mais lhe convém, para melhor colorir a sua aparência. Se pegar na verdade e não se transformar, será um fanático na mesma. Ele nem mudou ouvindo a verdade – apenas mudou de caravana ao "aceitar" a verdade! É a mesma pessoa usando outras idéias para continuar viajando.

  • Um fanático pode marchar a favor da verdade, quanto poderá inverter os papéis indo contra a verdade que ouviu e recusou reconhecer como tal. Se "aceitar" a verdade ou, se recusá-la, seu único objetivo é não ser transformado – faça o que fizer, seja aceitando a verdade ou a mentira! Existem pessoas que oram a Deus para evitarem ser transformados e quanto maior for a pressão para serem transformados, mais o fanatismo se agiganta e se destaca.

  • O fanático só leva em conta aquilo que ele quer, seja uma verdade, uma mentira, meia mentira, ilusão ou só uma meia ilusão.

  • Se um fanático estiver "a favor" da verdade, se tem a teoria da verdade bem delineada e estudada, seu fanatismo mostra que resiste a uma transformação real. Ele não quer deixar que as palavras do Senhor voltem a Ele trazendo fruto aprazível.

  • O mundo é fanático do prazer e do ignorar Deus, aproveitam-se da ignorância do fanatismo religioso para acharem razões mais convincentes para poderem viver em maior libertinagem e prazer. Esquecem que, os que se entregam a prazeres, são em tudo iguais aos fanáticos religiosos – só que usam outras idéias, outros meios e outras teorias. Por dentro, em sua essência, os fanáticos da bebida, do sexo e das festas são iguais aos fanáticos religiosos! Não vejo nenhuma diferença entre eles. Os fanáticos do pecado seriam iguais aos religiosos se fossem religiosos. Fanático é pessoa que não mudou quando mudou de idéias, de ambiente, de egoísmo ou de circunstâncias. É como político corrupto que mudou de partido e de idéias – por dentro, permaneceu igual.

  • Um fanático esconde seus pecados até de si mesmo. Porque sua arte é esconder, disfarçar e encobrir, usa aquilo que fala, ouve e aprende para se mascarar e para fazer o que melhor sabe fazer, isto é, encobrir. Até quando bebe, tenta encobrir que bebeu porque seu instinto, sua única defesa, sua especialidade é encobrir. Ele, quando fala e recrimina um pecado, tenta encobrir os seus próprios pecados através daquilo que aparenta falando – ou acha que aparenta. Por isso, quem julga o pecado, será julgado porque os tem (não necessariamente porque os julgou). Se não os tivesse, não seria julgado. Julgar o pecado não é crime – ter pecado e ser pecador é que é. Se julgar fosse crime, Deus seria o maior criminoso.

  • Um fanático, tanto pode achar que os outros têm os pecados que ele vê, como pode achar que está a ser julgado quando alguém lhe aponta um pecado usando a verdade em amor para o tentar salvar desse mesmo pecado. O fanático vê nos outros aquilo que ele é e não aquilo que os outros vêem e apontam nele, só que, não consegue aceitar que os outros são um espelho onde se vê a ele próprio.

  • Fanáticos apenas ouvem aquilo que lhes convém, falam o que lhes interessa – mesmo quando não entendem nada do que dizem.

  • Por causa da ignorância do mundo e por causa do seu gosto pela vida longe de Deus, ninguém se apercebe que o maior fanático sobre a terra será todo aquele que diz que vive perto de Deus.

  • Os fanáticos do mundo e do pecado dizem que, quem vive bem aconchegado a Deus, de verdade (de forma real), esse é o fanático.

  • Um fanático engana-se a si mesmo para enganar os outros, mas também engana e convence os outros com o intuito de se enganar e de se convencer a si mesmo. "Enganando e sendo enganados", afirmou Paulo acerca deles.

  • Em resumo, um fanático é uma pessoa que não vive aquilo que prega e impõe. Só impõe porque precisa da convicção que não tem. E, se alguém vier a pensar do mesmo modo, será um conforto para ele – uma convicção mais.

  • Ninguém assim, nesse estado lastimoso, se considera fanático. Quando se considerar fanático, achará o caminho para se salvar de seu pecado também – ou de seus pecados todos, se aplicar a mesma fórmula aos outros pecados que existem nele também. Mas, depois de achar e ver o caminho, só se salvará após retratar-se diante das pessoas que anteriormente tentou assediar, enganar ou perverter para o seu lado. Seu testemunho tem de ser público, conhecido, direcionado a quem enganou, específico e, se possível, detalhado. Deus apenas exigirá que o detalhe e exponha dentro das suas possibilidades, isto é, apenas dentro das suas capacidades de se expressar e de se confessar perante pessoas. O medo, no entanto, não servirá de desculpa para nunca se retratar. O medo nem é a mesma coisa que a falta de vocabulário. Quando enganava as pessoas, tinha medo de gente? Porque irá ter medo na hora de se retratar? Todos aqueles que tiveram o jeito de enganar e de se enganarem, terão o jeito de se retratar também.

Voltar para Index de Mensagens

José Mateus
zemateus@msn.com